Saltar para o conteúdo principal
Aceder ao painel de controlo
Não sabe ao certo por onde começar? Responda a um breve questionário para receber recomendações personalizadas.
La Diaria

A La Diaria democratiza a tecnologia das redações na América Latina

A La Diaria lançou a Utopia, uma plataforma de código aberto que permite que as pequenas redações façam a gestão de todo o seu negócio, prestando apoio aos meios de comunicação independentes da América Latina.
La Diaria Newsroom

Uma missão de acesso

Através do seu compromisso com as comunidades em detrimento dos lucros, a La Diaria sempre liderou as redações uruguaias no que diz respeito a um jornalismo fiável em vez de procurar apenas receitas publicitárias. Numa altura em que os latino-americanos desconfiam cada vez mais dos meios de comunicação social, a La Diaria queria dar um impulso às editoras que trabalham arduamente com recursos limitados através do acesso à tecnologia de meios de comunicação social que pudesse criar condições equitativas. "Durante muitos anos, o jornalismo virou as costas aos cidadãos", diz Damián Osta Mattos, gestor de produtos e inovação da La Diaria. "A única coisa que pode salvar o bom jornalismo neste continente é torná-lo amplamente acessível e não restrito a uma elite.”

Headshot of Damián Osta Mattos
A contribuição da Google News Initiative para o ecossistema dos meios de comunicação social na América Latina foi um fator decisivo para ajudar qualquer meio de comunicação social ou organização cultural, independentemente do tamanho ou dos recursos, a sustentar o seu trabalho e as suas comunidades.
Damián Osta Mattos
Gestor de produtos e inovação da La Diaria

Criar uma plataforma de código aberto

Para democratizar o acesso à tecnologia das redações, Osta Mattos e a La Diaria criaram a Utopia, uma plataforma de código aberto para as editoras. A Utopia combina um sistema de gestão de conteúdos (CMS), software de gestão das relações com clientes (CRM), gestão de boletins informativos, módulos de interação com o público e ferramentas de paywall numa plataforma de utilização gratuita. "Concebemos a Utopia para ser uma ferramenta que ajude a melhorar a sustentabilidade dos meios de comunicação social na Internet do futuro", diz Osta Mattos. Ao torná-la facilmente personalizável, a La Diaria esperava que a Utopia permitisse às publicações latino-americanas de qualquer tamanho modernizar rapidamente as suas operações de redação e interagir com mais subscritores. Com esta visão, a La Diaria estabeleceu uma parceria com a Google News Initiative (GNI) em 2019.

  • 300 000 subscritores gratuitos na plataforma Utopia
  • 19 443 subscritores pagantes
  • 93% de crescimento em termos de subscritores da La Diaria

Encontrar um parceiro com visão

Após a La Diaria receber uma concessão do Desafio de inovação da Google News Initiative, a equipa da GNI da América Latina trabalhou em estreita colaboração com a La Diaria para a pôr em contacto com líderes de inovação, orientação estratégica e oportunidades de financiamento. Este apoio permitiu à La Diaria transformar os seus planos em realidade. "Foi decisivo", explica Osta Mattos. "A Google News Initiative viu valor no que a La Diaria se propunha fazer há muito tempo e deu-nos os recursos para que o pudéssemos efetivamente fazer". Pouco tempo depois, a plataforma de código aberto estava a funcionar e a transformar as operações das redações em toda a região. "Já sabemos que a tecnologia é cada vez mais importante no negócio do jornalismo", continua Osta Mattos. "Se não unirmos forças, é difícil investir no que é necessário.”

Journalists working at La Diaria
Jornalistas a trabalhar na La Diaria

Redefinir o futuro do jornalismo

Atualmente, a plataforma Utopia aloja 18 boletins informativos diferentes que chegam a 300 000 subscritores gratuitos, cerca de 10% da população total do Uruguai. A própria La Diaria registou um aumento de 93% nos subscritores digitais desde que migrou as suas próprias operações para a plataforma e estabeleceu um objetivo estratégico de dois anos para garantir que 100% do seu orçamento seja pago por subscrições comunitárias. À medida que mais editoras planeiam juntar-se à Utopia, Osta Mattos está otimista quanto ao rumo que o jornalismo na sua região está a tomar. "Em cinco anos, acredito que o jornalismo latino-americano terá fortalecido os seus laços com as comunidades que o apoiam", diz ele. "E espero que os meios de comunicação social latino-americanos usem a Utopia para partilhar conhecimentos e tecnologia para apoiar esse jornalismo.”

Sair e perder o progresso?
Se sair desta página, perde todo o progresso da sua aula atual. Quer mesmo continuar e perder o seu progresso?